Filmes e séries - Uma maneira diferente de aprender sobre o autismo

17/04/2021 16:31

POR QUE É INTERESSANTE ESTAR POR DENTRO DO ASSUNTO?

Atualmente, dados da OMS mostram que 1% da população mundial está no Espectro Autista, isso significa que existem mais de 70 milhões de pessoas autistas ao redor do mundo, e mais de 2 milhões delas estão no Brasil.

Por isso é importante saber que estar no transtorno do espectro autista não significa viver num mundo interior, mas sim ter dificuldades, as quais podem ser superadas com uma intervenção adequada. Para saber mais sobre o tema, confira as indicações de filmes e séries que retratam o autismo:

RAIN MAN

O primeiro filme a ser recomendado é “rain man”, um filme estrelado por Tom Cruise (Charlie) e Dustin Hoffman (Raymond)

Em suma, Charlie, um jovem yuppie, fica sabendo que seu pai faleceu. Eles nunca se deram bem e não se viam há vários anos, mas ele vai ao enterro e ao cuidar do testamento descobre que herdou um Buick 1949 e algumas roseiras premiadas, enquanto um "beneficiário" tinha herdado três milhões de dólares. Curioso em saber quem herdou a fortuna, ele descobre que foi seu irmão Raymond (Dustin Hoffman), cuja existência ele desconhecia. Autista, Raymond é capaz de calcular problemas matemáticos com grande velocidade e precisão. Charlie sequestra o irmão da instituição onde ele está internado para levá-lo para Los Angeles e exigir metade do dinheiro, nem que para isto tenha que ir aos tribunais. É então, que durante uma viagem cheia de pequenos imprevistos, os dois entenderão o significado de serem irmãos.

A história nos mostra superação, empatia, inocência e diferentes maneiras de lidar com o autismo. Sem sombra de dúvidas, um clássico imperdível!

 

MEU FILHO, MEU MUNDO

Outro filme que vale a pena assistir é “Meu Filho, Meu Mundo”, longa estadunidense de 1979, dessa vez baseado em fatos reais.

Esse filme retrata a história de Raun, bebê que ao nascer, era aparentemente saudável, mas a medida em quefoi crescendo, foram notados comportamentos diferentes das demais crianças, o que posteriormente se trataria da presença do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Não satisfeitos com os métodos convencionais de abordagem na época, e em busca de criar conexões com seu filho, seus pais acabam por desenvolver um método próprio, imitando seu comportamento e desse modo "entrando” no mundo dele, obtendo resultados incríveis.

É com certeza uma bela demonstração de progresso, transformação, do papel da família, do efeito da compreensão, da persistência e do amor.

 

ATYPICAL

Esse último é para quem gosta de séries!Atypical, uma série norte-americana de comédia dramática original Netflix, criada e escrita por Robia Rashid. Conta a história de Sam Gardner (Keir Gilchrist), um rapaz de 18 anos diagnosticado dentro do espectro do autismo que trabalha e estuda, vivendo a efervescência da idade e seu amadurecimento.

Esse seriado retrata sobretudo, os desafios de Sam e sua familia no dia a dia, mas de maneira engraçada e leve, nos fazendo refletir sobre o tema.

Esperamos que tenham gostado do post de hoje! Para mais indicações e dicas, sigam nossa página no Instagram e Facebook e não deixem de nos acompanhar por aqui!

 

Proteção de dados

Estou ciente que o site do Santa Casa Saúde utiliza somente cookies essenciais para sua navegação e nenhum dado pessoal é coletado ou armazenado.

Acesse nossa política de privacidade.

Ok
x